Cristais: Terapia com Cristais

A Terapia com Cristais

As pedras são dádivas da Terra. São manifestações das forças universais - da "divindade", da "deusa", do "Deus", do "destino" - que criaram tudo o que existe, tudo o que existiu e tudo o que potencialmente pode existir. A Terra é uma minúscula partícula de uma vasta rede energética. Embora criado por ela, nosso planeta agora contém suas próprias vibrações.

Alguns desses poderes, e suas manifestações, são graduados e moldados para nos beneficiarem. As pedras são pilhas mágicas que contêm e concentram as energias da Terra. Muitas também simbolizam, ou são influenciadas, pelos planetas e astros do nosso sistema solar. Outras há muito são associadas com estrelas distantes.

A relação entre magia e pedras é muito antiga. Rochas esculpidas pela chuva e pelo vento que ficaram com a forma de animais têm sido usadas como símbolos e centro de rituais muito mais antigos do que seus registros. Há dez mil anos, gemas faiscantes são usadas para proteção contra o desconhecido. Pedras raras, que possuem formas estranhas ou propriedades elétricas ou magnéticas, há muitíssimo são instrumentos de magia (Cunningham, 2005).

 

Ainda conforme Cunningham (2005, p. 19):

As pedras, como as ervas, cores, metais, números e sons não são inertes. Elas podem ficar tranqüilas no solo durante milhões de anos ou estar numa prateleira onde as colocamos na semana passada, mas são ativas, instrumentos poderosos que possuem energias capazes de influenciar nosso mundo.

As pedras são dádivas da Terra que podemos usar para melhorar nossas vidas, relacionamentos e a nós mesmos. Muitas são fáceis de encontrar, e baratas, enquanto outras podem ser carinhosamente recolhidas do chão. A magia das pedras desenvolve-se com idéias simples e produz resultados objetivos. Usar uma pedra em magia coloca em ação suas influências e energias. Magia é dirigir essas energias.

 

De acordo com o Portal Sincronicidade,

A Cristaloterapia (Cristalterapia ou Pedraterapia, como também é conhecida) é o uso terapêutico dos Cristais.

Um cristal é um corpo sólido onde os átomos, moléculas e íons encontram-se organizados num padrão tridimensional bem definido e que se repete no espaço, formando uma estrutura com uma geometria específica. Apresentam propriedades óticas e elétricas específicas distintas das de quaisquer outros sólidos ou fluidos conhecidos.

Os cristais sempre foram admirados e cobiçados por sua beleza. Desde a antiguidade são utilizados como ornamentos em joias e artigos religiosos, representando símbolos de poder, de status, de fé e de provas de amor.

História

Na cultura antiga da Índia, Grécia e Egito, os cristais eram usados para energizar remédios e auxiliar na medicina, trazendo a cura para muitas pessoas. Os cristais são poderosas ferramentas que trazem o equilíbrio natural para as partes: físicas, psicológicas e espirituais. Eles representam o poder da natureza superior. Os cristais podem ser usados em conjunto com outras terapias, tendo uma afinidade especial com a Cromoterapia.

Aplicações Terapêuticas

  • Podem ser usados para meditação juntamente com incensos.
  • Servem como amuletos de proteção e boa sorte;
  • Auxiliam na cura;
  • Desbloqueiam e alinham os chacras;
  • Amplificam e equilibram as energias vibracionais de alta frequência;
  • Promovem a harmonia e equilíbrio em ambientes;
  • Potencializam a vidência. A bola de cristal por exemplo, funciona como um canal de ligação entre o mundo físico e o astral.

 

Os cristais auxiliam nos planos físico, mental e espiritual, comunicando-se com o ser humano por meio da sua aura. As pedras desbloqueiam, liberam e reequilibram energias e emoções, aliviando sintomas negativos ou aflorando memórias e sensações importantes para o desenvolvimento pessoal. De cada cristal tira-se um proveito específico, mas no geral todos abrem os canais intuitivos, fortalecem, harmonizam e trazem amor para a vida de quem os utiliza.

Os cristais podem ser usados nas práticas de meditações e visualizações. Podemos invocar a presença de um cristal através de nossos pensamentos, apenas imaginando sua cor. Eles trazem energia vibracional de alta frequência, amplificado e focalizado nas energias naturais do corpo e da mente.

Cada cristal tem uma função específica, de acordo com seu tamanho e coloração. Os cristais grandes, como por exemplo a Drusa por ser um quartzo de várias pontas, é excelente para as limpezas dos ambientes.

 

Energizando as Pedras

Segundo Cunningham (2005, p. 25):

Energizando as pedras Antes de usá-las em magia, as pedras precisam ser "carregadas" ou "programadas" com energia.

Procedimento:

Isso é feito simplesmente segurando-a na mão emissora (geralmente a direita, ou a esquerda para canhotos), visualizando sua necessidade mágica e vertendo energia de seu corpo para a pedra. Esta energia é poder pessoal.

Reside em todos nós e pode ser transferida de nossos corpos para as pedras, velas, metais e outros objetos, a fim de nos auxiliar a alcançar nossos objetivos mágicos. A transferência desta, ou de outras formas de energia natural, é o cerne da magia. Veja o poder fluindo para fora de seu corpo, por sua mão emissora e para o interior da pedra.

Carregue-a com a energia de sua necessidade mágica - amor, dinheiro, poder, saúde. Quando sentir que a pedra está vibrando com seu poder pessoal, a carga está completa. Esse processo simples, efetuado antes de cada ritual, intensificará bastante os efeitos de sua magia com pedras.

 

A Meditação com os Cristais

Os cristais são poderosos instrumentos para obtenção da harmonia, pois através de sua precisa estrutura molecular exprimem a perfeição cósmica, afetando direta ou indiretamente todos os que se colocam em sua presença. Meditar com os cristais é simples e deve ser algo muito natural. Todo trabalho com cristais leva em conta a intuição em primeiro lugar, já que ao lidarmos com estes fantásticos cérebros da natureza saberemos exatamente o que deve ser feito se estivermos receptivos. Por isso, a técnica de meditação deve ser aquela que mais nos agrada e que nos traga um maior bem estar.

A finalidade de toda meditação é nos alinhar com o divino, proporcionando um canal aberto para o nosso Eu Superior. Quando conseguimos um estado de harmonia e silêncio interior, nossa luz se irradia com mais facilidade e a energia flui sem obstáculos. Neste estado podemos nos integrar com o Todo e dissolver a visão do tempo, percebendo o passado, o presente e o futuro como uma única manifestação. Assim, durante as meditações é comum surgirem visões do futuro ou insights esclarecedores de problemas do passado. A prática constante da meditação com os cristais faz com que este estado de harmonia e integração não durem apenas aqueles instantes, e nos ajuda a manter esta consciência alerta ao longo de nosso dia a dia.

Existem algumas práticas excelentes de meditação com os cristais que podemos adotar para uma maior integração e troca com eles. Uma das mais conhecidas é a meditação dos chacras, onde colocamos em cada chacra uma pedra com as cores a eles relacionadas. Esta prática é de extrema importância em estados de tensão e bloqueios energéticos que se manifestam através de desequilíbrios emocionais, com consequências físicas na maioria das vezes.

Nesta meditação, o ideal é permanecer deitado com a pedras colocadas na altura dos chacras, durante aproximadamente quinze a vinte minutos, embora a questão do tempo na meditação seja relativa e jamais deva ser um motivo de preocupação ( não devemos nos esquecer que os cristais aceleram e potencializam todo o processo, e às vezes alguns segundos bastam para certas atuações).

Há outro tipo de meditação, ideal para pessoas que estão com dificuldades de sonhar, de ouvir sua voz interior ou intuição, quando se sentem sem memória, com fadiga mental, ou mesmo quando estão enxergando as coisas de forma rígida e preconceituosa. Basta pegar uma pedra transparente (de preferência o quartzo branco), já que as pedras transparentes nos ensinam a olhar além, a expandir nossa visão quando esta se encontra limitada. Num ambiente tranquilo devemos deixar a iluminação fraca a ponto de enxergarmos somente a pedra (uma ótima opção é a colocação de uma luz azul perto do cristal). Com a mente desligada do ambiente externo, focalizamos nosso olhar e atenção no interior do cristal, procurando viajar pelas galáxias, seres, imagens que habitam seu interior. Deixe sua mente voar, desprenda-se da realidade física, mergulhe no interior da pedra, torne-se um com ela. Algo extraordinário se manifestará. Este exercício é excelente para desenvolver o terceiro olho, a intuição e a vidência.

Outra incrível meditação, esta com a finalidade de limpeza do corpo astral ou mesmo de ambientes, é a feita com pedras opacas e brilhantes, de preferência as piritas, aquelas lindas pedras douradas, confundidas com o ouro. Pegue algumas piritas (quanto mais melhor) e coloque-as no chão em forma de círculo. Sente-se dentro deste círculo, e com uma escovinha pegue cada pirita e limpe-a, friccionando-a. Uma transformação fantástica será observada na pedra: facetas ainda não vistas se manifestarão e o brilho assumirá tal intensidade que chegará a provocar um estado de transcendência. Enquanto esfregamos as piritas, podemos apenas contemplar a beleza que se descortina à nossa frente ou até mesmo mentalizar nossa aura, vida (Portal Sincronicidade, 2019).

 

OS Chacras e a relação com os Cristais

Existe também a relação entre nossos chacras e os cristais, confira:

1º chacra

  • Este chacra é associado ao elemento Terra.
  • Cristais: granada, rubi, turmalina negra, quartzo fumê e obsidiana.

 

2º chacra

  • Este chacra é associado ao elemento água.
  • Cristais: calcita laranja, âmbar e aventurina.

 

3º chacra

  • Este chacra é associado ao elemento fogo.
  • Cristais: citrino, topázio e olho de tigre.

 

4º chacra

  • Este chacra é associado ao elemento ar.
  • Cristais: quartzo rosa, quartzo verde, esmeralda, turmalina verde e jade verde.

 

5º chacra

  • Este chacra é associado ao elemento éter.
  • Cristais: azurita, sodalita, turquesa, lápis Lazuli, água marinha e topázio azul.

 

6º chacra

  • Este chacra é associado ao elemento espírito.
  • Cristais: ametista, fluorita, cianita, azurita, lápis Lazuli, e água marinha.

 

7º chacra

  • Este chacra é associado ao elemento espírito.
  • Cristais: ametista, quartzo branco, alexandrita e diamante.

 

Chacra dos pés

  • Cristais: turmalina negra, quartzo fumê e obsidiana.
  • Chacra das mãos
  • Cristais: cristais branco, verde ou vileta com intenção de cura.

 

Abraços e até a próxima,

Isabel Mitchell - Tarô e Numerologia | www.isabelmitchell.com.br / (51) 99925.0421

 


Referências:

  • CUNNINGHAM, Enciclopédia de Cristais, Pedras Preciosas e Metais. Published by Llewellyn Publications St. Paul, MN 55164 USA, 3ª Eição, 2005.
  • Portal Sincronicidade. Formação em Terapias Holísticas. Disponível em: <http://portalsincronicidade.com.br/cursosonline>. Acesso: 18 agosto 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

four + seven =